Blog

Ninguém pode voltar atrás e fazer um novo começo, mas é possível começar de novo e fazer um novo fim.

Chico Xavier

Você é honesto(a)?

Se alguém me perguntasse agora de chofre: “Rui, você é honesto?” Eu diria, “acho” que sim! Eu acredito que nunca estarei convicto da minha honestidade ou integridade, porque tenho uma dúvida cruel desde menino se ela é digital ou analógica. Se a honestidade for digital , 0 ou 1 ou ainda 8 ou 80, euContinuar lendo “Você é honesto(a)?”

Foda-se

Foda-se, eita palavra libertadora essa! Ela é curta, grossa e até didática. Qualquer um pega no ar e logo entende. Pena que somente há pouco tempo, ela se popularizou e chegou até mim. Aliás, como dizem meu bebês, eu sou um pouco lento para pegar as novidades… No meu tempo ( tentei substituir por “quandoContinuar lendo “Foda-se”

Segunda feira

Sempre odiei a segunda feira … bom até aí nenhuma novidade. Bilhões de terráqueos como eu, também odeiam com ardor esse dia da semana. Os mesmos que como eu, também amam a sexta feira, que foi eternizada pelo meme sextou, cujos créditos são de Safadão ou Bunitinho? , que os gringos torcem o nariz porqueContinuar lendo “Segunda feira”

11/09, onde você estava?

Com o Fabio Blanco, meu amigo ainda virtual, jornalista e consultor deste blog, aprendi o que é um gancho no jornalismo: O gancho é uma estratégia criada no jornalismo para conectar assuntos de uma matéria a acontecimentos do dia a dia ou recentes, para que a abordagem pareça sempre atual. Hoje 11/09/2021, 20 anos após o ataquesContinuar lendo “11/09, onde você estava?”

Tibúrcio

Existem chefes que passam pela vida da gente que deixam marcas e outros vão mais além e deixam também cicatrizes. Tibúrcio foi um desses últimos. Embora eu não me reportasse diretamente a ele na refinaria de alumina, era como se ele fosse o meu chefe. Aliás, na prática, ele era o chefe desde o operadorContinuar lendo “Tibúrcio”

Sou um sem noção

Fui informado recentemente aos 56 anos, que sou um “ sem noção “. Não me lembro muito bem o contexto da discussão, mas a caçula do nada disparou à queima roupa no meu peito: “ Pai, você sabia que você é um sem noção ? “ Ao ouvir a expressão ” sem noção ” ,Continuar lendo “Sou um sem noção”

A mudança

Aprendi com o Montoro, meu querido amigo mestre em estatística que a única coisa certa na vida é a mudança. Algum leitor discordará e dirá que é a morte, mas ela é uma mudança também, com certeza a maior que teremos! É muito comum, o mundo corporativo insistir na mudança porque não mudar significa permanecerContinuar lendo “A mudança”

Concorrência desleal

Depois de um ano, terminei de ler o romance Crime e Castigo de Dostoiévski. Foram muitas idas e vindas, mas finalmente na semana passada, terminei de ler esse romance tão famoso. Mas porque eu demorei tanto tempo para devorar as 500 e tantas páginas do livro que é muito intenso e delicioso de se lerContinuar lendo “Concorrência desleal”

A ilusão da vida

Ontem, quando a enfermeira do posto de saúde aqui em BH aplicava os 0,3 ml da vacina da Pfizer Covid 19 no meu braço direito eu pensei … Se o Thiago, meu sobrinho de Catalão – GO e Giuliano, meu vizinho de Alumínio – SP, que vi crescer desde a infância, tivessem tido essa bençãoContinuar lendo “A ilusão da vida”

Carregando…

Ocorreu um erro. Atualize a página e/ou tente novamente.


Siga meu blog

Receba novos conteúdos na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: