Segunda feira

Sempre odiei a segunda feira … bom até aí nenhuma novidade. Bilhões de terráqueos como eu, também odeiam com ardor esse dia da semana. Os mesmos que como eu, também amam a sexta feira, que foi eternizada pelo meme sextou, cujos créditos são de Safadão ou Bunitinho? , que os gringos torcem o nariz porque confundem com o sex to u, que não tem nada de inocente…

Mas eu sinceramente achava que ao me aposentar, a segunda feira seria mais leve pois não teria o cheiro nauseante de querosene, que eu sentia ao pousar quase todas as segundas feiras nos aeroportos de GRU, CGH ou VCP .

Aliás no domingo à tarde, lá pelas 5 horas, ao acordar da minha siesta prolongada devido ao tradicional almoço hiper calórico, meu coração já batia agoniado e eu me via tenso antecipando o futuro, acordando na madrugada seguinte para pegar um vôo em CNF cedinho e já preocupado se eu chegaria a tempo na primeira reunião do dia. Ansiedade é uma merda !

Hoje, as segundas feiras não tem mais cheiro de querosene, mas mesmo assim, ainda me dá um quê de baixo astral … Será que foi a ressaca não alcoólica pela vitória do Galo ontem contra o Fortaleza, ou foi a surra habitual que tomei do André, meu querido parceiro no tênis ou ainda a minha frustração pelo meu ídolo Djokovic não ter levado o quarto Slam da temporada no US Open e com isso não fechar os quatro Slams do ano, como fizeram Rod Laver e Donald Budge, que acordei assim tão sem energia hoje ?

Como eu disse para a minha querida amiga Denise um dia desses, depois de três anos aposentado, ficar de férias eternamente com tempo livre para dar e vender, pode às vezes ser um saco ! Assim como o oxigênio em excesso pode nos matar, o descanso só é gostoso mesmo quando é um contraponto a um dia duro !

Me surpreendi comigo mesmo pela minha reação quando dias atrás, Lucas, meu primogênito, me contou super animado da sua ponte de segunda no ultimo feriado de 7 setembro:

“Ah é… sorte a sua !” foi o que me limitei a dizer e voltei a dormir.

Bem diferente do meu comportamento anos atrás, quando na primeira semana do ano, eu já marcava os feriados e pontes no calendário, como possíveis datas para colocar o pé na estrada à paisana ou mesmo para apenas descansar em BH.

O fato é que hoje às 6:00 hs da manhã, olhando para a janela aberta da sala com uma brisa leve do resto da noite soprando no meu rosto constatei :

“Hoje eu estou sem palpite, será que estou tendo uma recaída com saudade de trabalhar ?”

Aquele trabalho de 100 emails diários para ler e responder, coração saindo pela boca quando o João, meu chefe, pegava no meu pé de um trabalho atrasado para entregar à França ou pior quando um cliente PDV me ligava transtornado reclamando de que a planta dele estava parada por culpa minha.

Serei eu um eterno insatisfeito ?

Quando eu trabalhava, sonhava em não ter que fazer nada num ócio deliciosamente prazeroso, un dolce far niente como falam os italianos. Agora que finalmente consegui a minha alforria, quero voltar a ser cativo?

Não neném, de jeito nenhum ! Querosene novamente só em viagens a passeio !

Bora caçar o que fazer !

Que tal escrever uma crônica sobre o tema segunda feira ?

Rui Sergio Tsukuda – setembro/21

https://aposenteidessavida.com/

8 comentários em “Segunda feira

  1. Estou aposentada por onze anos. Acho maravilhoso. Escolhi uma rotina entre coisas necessárias é o que gosto de fazer: estudar, ler, escrever. A sociedade capitalista se baseia no trabalho, trabalho alienante, produtividade a qq custo, lucro, lucro…. E a roda viva é tão intensa que nos sacrificamos com as metas e nem sabemos saborear nossas escolhas ( muitas vezes nem se sabe o quê fazer).
    Temos que nos reinventar, sair dessa lógica perversa. Saborear o ócio, ter a disciplina de decidir nosso dia a dia.
    Rui, que sua segunda seja leve.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Rui, adorei!! hahaha
    Também sou um inimigo da segunda-feira, como tantos. Porém, ainda tenho muitos anos de trabalho pela frente e sei que preciso fazer dela mais leve. Tenho tentado.
    Mesmo quando estava sem trabalhar, e em algum momento batia uma estranha “saudade”, não demorava muito a passar. É como diz um dos mandamentos do baiano: “se der vontade de trabalhar, espere que ela passa”, hahahaha.
    Feliz e com uma inveja boa de você, meu amigo!!
    Você sabe aproveitar o que o ócio tem a oferecer.
    Grande abraço, em breve leio os próximos!

    Curtido por 1 pessoa

  3. É Rui segunda feira não é fácil. O serviço que não foi possível fazer na sexta feira, tem que ser resolvido na segunda…
    é aquela correria… estou querendo uma segunda mais tranquila, mas ainda vai demorar um pouco. E esta segunda feira esta muitoooo corrida que estou lendo a sua cronica hoje que terça feira… parabéns por mais esta…. continua trabalhando na sua “empresa de sonhos”…. aproveita e faz uma dos seus encontros e aventuras com o tio Seba…. não sei se você já fez

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta para Fábio Blanco Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: