Watashitachi wa onaji Hotoke no kodomodesu

Fazia muito calor no corredor mal iluminado do predinho de quatro andares do bairro Renascença II em São Luís MA. Com o molho de chaves nas mãos e o suor já começando a escorrer pela testa, eu experimentava cada chave na tentativa de finalmente abrir a porta da sala do apartamento de três quartos, suíteContinuar lendo “Watashitachi wa onaji Hotoke no kodomodesu”

Como é ser um japonês (nikkei) no Brasil

Quando eu era pequeno, por pouco tempo, eu ingenuamente acreditei que Deus só tinha feito japonês e colocado na Terra. Nascer e viver em colônia dá a impressão desta bolha. Isso deve valer também para as colônias alemãs, italianas e outras. No meu caso, eu só via japonês na minha frente. Era em casa, naContinuar lendo “Como é ser um japonês (nikkei) no Brasil”